Coesão e Coerência: entenda a diferença – Revisão ENEM

Entenda a diferença entre coesão e coerência e como isso pode ser cobrado no exame.

Os temas coesão e coerência são um dos mais importantes para quem fazer o Enem. O motivo é simples: podem ser cobrados tanto no caderno de Linguagem, Códigos e suas Tecnologias, como é útil na construção de uma redação impecável.

Por esse motivo, preparamos este texto explicando não só o que coesão e coerência são, mas a diferença entre elas e como podem ser cobradas no Enem. Então, se você quer se preparar bem, não deixe de conferir nossas dicas. 

Coesão e Coerência  - Revisão ENEM

O que é Coesão?

Quando estamos escrevendo um texto é necessário que as ideias contidas nele estejam perfeitamente ligadas para que haja sentido. Essa espécie de “amarração” de ideias é feita por meio de conectivos, que ligam as frase, períodos e parágrafos. Se for bem utilizada, a coesão faz com que o texto seja transmitido com eficácia ao leitor. 

Em outras palavras, a coesão determina a relação de sentido entre as palavras, pois os conectivos servem para articular de forma lógica as ideias do texto. Por exemplo: você usa corretamente a coesão quando, em vez de repetir palavras ao longo do texto, substitui-as por outras sinônimas. 

Outras dicas para usar corretamente a coesão são:

  • Utilizar conjunções para ligar e relacionar as orações;
  • Usar genéricos, sinônimos e hiperônimos;
  • Utilizar a elipse, que é a omissão de um verbo, nome ou frase. 

O que é Coerência?

Entender o que é coerência é muito simples. Sabe-se que todo texto deve ter um sentido lógico para que o leitor consiga captar a mensagem passada pelo autor. Quando leitura possibilita isso, quer dizer que ela está coerente, ou seja, quando ela apresenta um caminho de raciocínio lógico. 

Junto com a coesão, a coerência permite que o texto tenha sentido e seja passado para o leitor de forma fluida. Para entender melhor, imagine uma mensagem que deve ser passada através de um texto. O autor deve distribuir as ideias relacionadas à mensagens de modo que elas façam sentido, sem contradição e com uma sequência que confere à mensagem harmonia. 

Entenda a diferença entre coesão e coerência

Apesar de coesão e coerência serem igualmente importantes na construção de um texto harmônio, elas não são a mesma coisa. É possível que o texto esteja impecavelmente coeso, com os conectivos corretos e estar completamente sem sentido. 

A diferença entre coesão e coerência é que a primeira está associada à construção do texto, com seus conectivos. Já a segunda, relaciona-se com a significação do texto. Por exemplo: você não pode lançar uma ideia e logo em seguida contradizê-la, mesmo que o conectivo de coesão esteja correto. 

Por isso, é tão importante que, ao fazer a prova do Enem ― principalmente a redação ―, o estudante tenha conhecimento do mundo e esteja bastante atualizado para não passar informações contraditórias e falsas. Além disso, recomenda-se que ele:

  • Utilize argumentos válidos;
  • Contextualize a ideia (ou ideias) que está transmitindo;
  • Passe informações interessantes para o leitor;
  • Use inferências.

Como esses temas podem ser cobrados no Enem?

Como foi dito no início do texto, coesão e coerência podem ser cobradas no caderno de Linguagem, Códigos e suas Tecnologias. Neste caso, é possível que você encontre questões que cobram conhecimentos sobre elementos coesivos, construção de sentido e outros conectivos que permitem a coesão textual. 

Além disso, os conhecimentos sobre coesão e coerência servem para fazer uma boa construção textual na prova de redação. Isso acontece porque é necessário usar corretamente esses elementos para que a mensagem seja transmitida com eficácia. 

Um dos erros mais grotescos em redações é apresentar uma leitura sem sentido e é justamente isso que acontece quando não utilizamos os elementos de coesão e a coerência necessária. Um texto sem coerência afeta o entendimento da leitura e pode fazer você perder muitos pontos na redação. 

Como você pode ver, coesão e coerência não são a mesma coisas, mas juntas vão garantir um texto adequado às exigências do Enem. Então, comece agora mesmo a estudar esses assuntos e pratique bastante!

Comente