Entenda o que é o Sisu e como utilizar a nota do Enem

O processo seletivo oferece vagas na maioria das universidades públicas do país. Confira!

Se você está pensando em fazer o Enem para conseguir uma vaga na universidade pública, saiba que o processo de ingresso é feito por meio do Sisu (Sistema de Seleção Unificada). Hoje em dia, grande parte das instituições públicas de Ensino utilizam o Sisu para selecionar os estudantes. A seleção ocorre duas vezes por ano.

Se quiser saber mais sobre este método de seleção, não deixe de ler este artigo. Vamos falar explicar o que é o Sisu e como ele funciona. 

O que é o Sisu?

O que é Sisu? Sistema de Seleção Unificada

O Sisu ― Sistema de Seleção Unificada ― é um sistema informatizado criado pelo Ministério da Educação para selecionar estudantes para vagas de instituições públicas de ensino superior. Sua primeira edição foi em 2010 e, desde então, funciona como acesso ao nível superior.

No decorrer dos anos, a junção do Enem e do Sisu fez com que o vestibular tradicional fosse quase extinto. Hoje em dia, pouquíssimas universidade públicas utilizam vestibular próprio. O Sisu foi criado com o objetivo de democratizar o acesso à Universidade, para que todos tenham as mesmas chances de fazer uma graduação gratuitamente. 

O Sisu é totalmente gratuito. Dentre as vantagens do sistema de seleção, podemos citar a possibilidade que um estudante tem de concorrer a vagas em várias cidades do país, sem precisar se deslocar várias vezes. Basta ele fazer o Enem e utilizar a nota para concorrer em qualquer local do Brasil. 

Como funciona?

Para participar do Sisu é necessário, antes de tudo, ter realizado a última edição do Enem. Isso se deve ao fato de que a seleção é baseada totalmente na nota do Enem. São ofertadas vagas em diversas modalidades de concorrência e em várias instituições de ensino. Cada instituição define os pesos nas notas do Enem e a nota de corte. A seleção é feita duas vezes ao ano, ou seja, uma no primeiro semestre e outra no segundo. 

O participante pode concorrer a qualquer vaga e qualquer instituição, desde que esteja dentro das regras da mesma. Durante quatro dias no período de inscrição o sistema fica aberto para receber as informações dos candidatos. Após esse período, ocorre uma ordenação de notas, sendo elas da maior para a menor.

Com as notas dos candidatos ordenadas, as instituições preenchem as vagas. É importante lembrar que no Sisu também tem políticas afirmativas (cotas raciais e sociais) e reservas legais (vagas para portadores de deficiência).

A inscrição é gratuita e ocorre somente pela internet. O candidato escolhe, por ordem de preferência, duas opções de vagas dentre as ofertadas pelas instituições que estão participando da seleção. 

Ainda na inscrição, é necessário escolher se está concorrendo às vagas da ampla concorrência ou de políticas afirmativas. Somente durante os dias em que as inscrições estiverem abertas, é possível fazer qualquer alteração. 

Quem pode participar do Sisu?

Agora que você já sabe o que é o Sisu, veja mais detalhes sobre como funciona esse processo seletivo.

Como já foi dito, é exigida a participação no Enem no ano anterior para concorrer às vagas pelo Sisu. Além disso, o participante não pode ter zerado a redação. Quem já é matriculado em uma instituição de ensino superior pública pode se inscrever também. Mas, é preciso que tenha feito o Enem na edição anterior e, caso seja selecionado, deve abrir mão de uma das vagas. 

Como utilizar a nota do Enem no Sisu?

Entenda o que é o Sisu

O sistema do Sisu é bastante intuitivo. Tão logo o candidato acesse o site do sistema por meio da sua inscrição e senha do Enem, as notas são recuperadas para serem utilizadas como parâmetro. Como mencionado anteriormente, algumas instituições podem usar pesos diferentes para as provas do Enem. Neste caso, o cálculo é feito automaticamente pelo sistema. 

Caso os estudantes obtenham notas iguais, os critérios de desempate são:

  • nota da redação;
  • nota da prova de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias;
  • nota da prova de Matemática e suas Tecnologias;
  • nota da prova de Ciências da Natureza e suas Tecnologias; e
  • nota da prova de Ciências Humanas e suas Tecnologias.

O que é a nota de corte no Sisu?

No Sisu, a nota de corte refere-se à menor pontuação necessária para concorrer a uma vaga. Ela é diferente para cada curso. De alguma forma, serve também como base para os candidatos, de acordo com o curso que desejam cursar. 

Durante o período de inscrição, as notas de corte são atualizadas uma vez por dia. Os participantes acompanham essas atualizações e podem até mesmo mudar de opção com base nessas estimativas. 

Vale destacar que nota de corte e nota mínima são coisas diferentes. A nota mínima é aquela pré-estabelecida pela instituição para determinado curso. Isso quer dizer que ele só receberá inscrições de candidatos com notas acima da mínima estabelecida. Já a nota de corte é aquela atualizada todos os dias, que tem como base as notas dos inscritos na vaga. 

Como funciona a chamada regular?

O Sisu possui apenas uma chamada, que é a regular. Ao ser selecionado, o participante pode fazer a matrícula no curso e instituição escolhida. No entanto, é possível ser selecionado tanto na primeira opção quanto na segunda opção. Veja as diferenças entre as duas situações:

  • Candidato selecionado na 1ª opção: ele só tem uma oportunidade de se matricular. Caso ele perca a oportunidade de fazer a matrícula, não será selecionado novamente.
  • Candidato selecionado na 2ª opção: fazendo ou não a matrícula, pode manifestar interesse em participar da lista de espera para o curso que escolheu como primeira opção. 

E a lista de espera?

Quando os resultados são divulgados, os candidatos aprovados fazem a matrícula no curso e instituição escolhidos. Quem não foi selecionado na primeira nem na segunda opção, tem a oportunidade de concorrer em uma nova chamada, ou seja, de participar da lista de espera. No entanto, é preciso manifestar interesse em participar desta lista.

O resultado da lista de espera é feito pela instituição para a qual está concorrendo. Por isso, é importante ficar atento às convocações no site ou na própria universidade que deseja ingressar.

 E então, tirou todas as suas dúvidas sobre o que é o Sisu? Veja também as mudanças no Sisu 2019 e mantenha-se ainda mais informado sobre a seleção!

Comente