Estudar para o Enem: Assuntos e Matérias

Está pensando em estudar para o Enem 2019 e não sabe os assuntos e matérias que deve focar? Neste texto você acessa uma guia completo para inciar sua preparação para o exame. Confira!

Todos os anos, milhões de estudantes de todo o país participam do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Desde 1998, ele é utilizado para avaliar a qualidade da educação no Brasil e, ao longo dos anos, passou a desempenhar outras funções. Uma delas é o acesso ao nível superior.

Nesse sentido, antes mesmo começar o ano, os estudantes já começaram a estudar para o Enem. Para ajudá-los a sair na frente da concorrência, preparamos este artigo com os assuntos e matérias mais cobrados em cada área de conhecimento.  A intenção é que, seguindo essa dica, você consiga se antecipar e preparar seu roteiro de estudos.

Como é a prova do Enem

O Enem tem uma forma bem particular de medir o conhecimento dos estudantes. Diferente dos outros tipos de vestibulares, as provas são baseados no conceito de matrizes de referência.

Isso quer dizer que são avaliadas as habilidades e competências adquiridas ao longo da vida escolar de acordo com cada área de conhecimento. Desse modo, a prova do Enem está separada da seguinte forma:

Em primeiro lugar, trata-se de um extenso conteúdo programático, principalmente porque, em tese, ele abrange todos os assuntos do ensino médio. Por isso, muitas escolas e cursinhos optam por estudar todo o conteúdo e, assim, aumentar as chances de ter um bom desempenho.

Mas, até que certo ponto esse é o correto a se fazer? Todos sabemos que nem todas as matérias do ensino médio caem na prova. Além disso, rever todo o conteúdo pode ser bastante desgastante.

Para que isso não aconteça, pesquisamos as quatro últimas edições e descobrimos quais assuntos mais cobrados por área de conhecimento. Assim, conhecendo esse material, você poderá focar no que tem mais chances de ser cobrado novamente. Sem contar que evita perder tempo estudando sem nenhum roteiro.

Datas do Enem 2019

O Edital Enem 2019 ainda não foi publicado. No entanto, o Ministério da Educação já divulgou as datas oficiais do exame. Confira:

  • 21 de Março – Publicação do Edital;
  • 7 a 18 de Maio – Inscrições do Enem;
  • 4 e 11 de Novembro – Aplicação da provas.

Com a divulgação oficial do edital do Enem serão anunciadas os valores de taxa, regras e possíveis mudanças na aplicação da prova.

O que estudar para o Enem?

Estudar para o Enem
Veja quais assuntos e matérias você deve estudar para o Enem:

Veja a seguir as matérias mais cobradas por área e disciplina no Enem. Lembrando que este é um parâmetro com base nas questões cobradas nas últimas edições. Assim como alguns assuntos apareceram nas questões em todas as edições, alguns não foram cobrados em nenhuma anterior.

Confira a lista :

1) Linguagens e suas tecnologias

1.1) Português

  • Semântica;
  • Funções de linguagem;
  • Gramática;
  • Interpretação e compreensão de texto;
  • Norma culta e coloquial;
  • Morfologia;
  • Sintaxe;
  • Linguística;
  • Gêneros textuais.

1.2) Literatura

  • Movimentos literários — barroco, quinhentismo, modernismo, naturalismo/ realismo;
  • Figuras de linguagem;
  • Obras literárias — principalmente as brasileiras;
  • Poesias concretas;
  • Literatura contemporânea.

1.3) Artes e Educação Física

  • Obras artísticas;
  • Renascimento;
  • Cubismo;
  • Artes Marciais;
  • Surrealismo;
  • Música;
  • Grafite;
  • Esportes;
  • Movimentos culturais;
  • Movimentos artísticos.

2) Ciências Humanas e suas tecnologias

2.1) História Geral

  • Revolução industrial;
  • Idade média e moderna;
  • Liberalismo;
  • Primeira e Segunda Guerra Mundial;
  • Nazismo e Fascismo;
  • Guerra Fria.

2.2) História do Brasil

  • Brasil colônia;
  • República;
  • Era Vargas;
  • Era populista;
  • Escravidão;
  • Ditadura Militar.

2.3) Geografia

  • Planos e blocos econômicos;
  • Geopolítica mundial;
  • Agricultura brasileira;
  • Contrastes sociais;
  • Desenvolvimento humano e social;
  • Migrações;
  • Impactos no Meio Ambiente.

2.4) Filosofia/ Sociologia

  • Iluminismo;
  • Consequências da globalização;
  • Existencialismo;
  • Contratualismo;
  • Marxismo;
  • Cultura de massa;
  • Relações de trabalho;
  • Movimentos sociais;
  • Pensadores da Grécia antiga;
  • Fé x Razão — São Tomás de Aquino e Santo Agostinho.

3) Ciências da Natureza e suas tecnologias

3.1) Física

  • Usinas e instalações residenciais;
  • Óptica;
  • Ondas;
  • Hidrostática
  • Eletricidade;
  • Calorimetria;
  • Mecânica;
  • Acústica.

3.2) Química

  • Estequiometria;
  • Unidades de concentração;
  • pH e pOH;
  • Radioatividade;
  • Cadeias carbônicas;
  • Eletroquímica;
  • Soluções;
  • Oxidação.

3.4) Biologia

  • Problemas ambientais;
  • Ecologia e Sustentabilidade;
  • Imunização;
  • Problemas ambientais;
  • Evolução;
  • Ciclos do carbono, nitrogênio e água;
  • Genética e mutações;
  • Citologia.

4) Matemática e suas tecnologias

  • Operações com frações;
  • Análise combinatória;
  • Porcentagem;
  • Matemática básica;
  • Análise de gráficos;
  • Análise de tabelas;
  • Estatística básica;
  • Progressões (PA e PG).

Redação no Enem

Em segundo lugar, conhecer os assuntos mais cobrados nas edições passadas para estudar para o Enem 2018 é muito importante. Mas, se preparar para fazer uma redação nota mil também é. Por isso, separamos algumas dicas para se sair bem nesta prova que é uma das mais temidas pelos estudantes.

Mantenha-se atualizado

Um dos pré-requisitos para fazer uma boa redação no Enem é conhecer o tema. E isso, você só consegue se estiver antenado nos assuntos mais comentados do momento.  Logo, leia as últimas notícias e aprofunde-se naquelas assuntos sobre geopolítica, sociedade e meio ambiente.

Pratique

É aquela velha história: a prática leva à perfeição. Para fazer um texto incrível, além de estar por dentro do assunto, você deve saber o que é e como fazer um texto argumentativo. Contudo, isso se aprende treinando.

Faça redações sobre os temas das edições passadas e peça para seus professores corrigirem. Aproveite os erros e aprenda com eles. Fazendo isso, você aumenta as chances de chegar afiando no dia da prova.

Não fuja do tema

A maioria dos estudantes que se deram mal nas redações do Enem cometeu o erro de fugir do tema. Para que isso não aconteça, concentre-se na ideia central que o texto deve abordar, use e abuse dos conectivos e siga a estrutura: introdução, desenvolvimento e conclusão.

Respeite o formato da redação

Desde a primeira edição do Enem, o formato da redação é dissertativo-argumentativo. Isso significa que você deve escrever seu texto seguindo essa proposta. Por isso, nada de contar histórias, fazer descrições ou textos poéticos. Siga a estrutura recomendada e não correrá o risco de ter sua redação anulada.

Além de seguir as dicas acima, estude os seguintes tópicos para a redação do Enem:

Argumentação — conhecimento sobre o assunto abordado;

Norma culta da língua — português formal;

Compreensão do tema — Jamais deve fugir do tema proposto;

Coesão — o texto deve fazer sentido;

Intervenção — o texto deve apresentar uma proposta ao tema abordado.

Agora que você já sabe quais os assuntos e matérias mais indicados para estudar para o Enem e as dicas para uma redação nota mil, é só começar a maratona de estudos. Portanto, quanto antes você iniciar, maiores são as chances de vencer a concorrência e garantir uma boa nota.

Comentários

Comente