Desafios da Mobilidade Urbana no Brasil

Veja uma proposta de redação Enem sobre a Mobilidade Urbana no Brasil e dicas para elaborar seu texto!

A mobilidade urbana no Brasil é um dos temas mais atuais do momento. Isso porque as grandes cidades enfrentam inúmeros problemas de mobilidade urbana diariamente. Engarrafamento, falta de estacionamentos, precariedade do transporte público e aumento nas tarifas são apenas alguns exemplos. 

A falta de planejamento e a prioridade dada aos automóveis são alguns dos fatores que contribuem com o caos no trânsito que atrapalha a vida dos brasileiros. A população, por sua vez, vem pressionando o governo e exigindo novas opções eficientes de transporte. 

Por isso, os desafios da mobilidade urbana no Brasil pode ser uma proposta de redação do Enem. Então, se você quer saber mais informações sobre o assunto e se preparar para o exame, continue a leitura deste artigo! 

O que é mobilidade urbana?

Desafios da Mobilidade Urbana no Brasil: Proposta de redação ENEM

A mobilidade urbana pode ser definida como as condições de deslocamento das pessoas entre as diferentes regiões de uma cidade. Atualmente, os meios de transporte públicos (como ônibus e metrôs) e os automóveis particulares (como carros e motos) são as formas de mobilidade urbana mais utilizadas no Brasil.

Nos últimos anos, muito se tem discutido sobre as condições de mobilidade, já que as grandes cidades enfrentam um verdadeiro caos no trânsito diariamente. Um dos principais problemas que impedem o desenvolvimento da mobilidade urbana é a quantidade de carros nas ruas. 

Além disso, a questão ambiental faz parte do debate sobre a mobilidade urbana no Brasil. Afinal, o excesso de veículos nas ruas causa mais poluição e contribui para o agravamento de problemas naturais e climáticos. 

Tais problemas podem ser considerados consequência de um planejamento urbano inadequado. Ou seja, as cidades não investem em alternativas para desafogar as vias principais e não se preparam para o futuro. Quando isso acontece, a tendência é que as regiões com maior fluxo de pessoas sofram com o “inchaço” nas ruas, afetando a qualidade de vida da população.

Proposta de Redação ENEM: Desafios da mobilidade urbana no Brasil

Desafios da Mobilidade Urbana no Brasil

O Brasil está entre os países que mais sofrem com os problemas relacionados à mobilidade urbana. Essa é uma realidade tem se repetido há anos e pode ser justificada pelo fato do país ter sido planejado com base no modelo rodoviarista. Nessa estratégia, o investimento em mobilidade urbana é voltado para a expansão e melhoria das rodovias. 

Outro desafio da mobilidade urbana é transporte público de má qualidade na maioria das cidades brasileiras. Os ônibus, metrôs e outros meios de transporte coletivo não comportam o crescimento populacional e suas respectivas necessidades. Isso faz com que as pessoas encarem os veículos particulares como uma alternativa prática e que proporciona liberdade de ir e vir.

Com o aumento no número de veículos, a crise da mobilidade urbana no Brasil é praticamente inevitável. O maior exemplo é a cidade de São Paulo, que registra quilômetros de engarrafamento todos os dias em diversas regiões. Estima-se que um cidadão paulista gaste cerca de 45 dias por ano parado no trânsito.

Por outro lado, Curitiba é considerada uma cidade modelo quando o assunto é mobilidade urbana. A capital do Paraná investe em meios sustentáveis para garantir que as pessoas tenham acesso à cidade. Além disso, existem políticas públicas que integra diferentes setores, como transporte, trânsito, acessibilidade e desenvolvimento urbano.

O confronto entre automóveis x transporte público

A falta de uma política constante de investimento no transporte público criou um serviço caro e de baixa qualidade. Dentre os problemas comuns no transporte coletivo no Brasil, podemos citar: 

  • Frota insuficiente; 
  • Percursos demorados;
  • Superlotação;
  • Atrasos; 
  • Longo tempo de espera nos pontos de parada. 

Além disso, precisamos destacar o baixo investimento no transporte ferroviário. Atualmente, são poucas as capitais urbanas que possuem linhas de metrô para a população.

O resultado de tudo isso é o uso demasiado de automóveis, o que prejudica diretamente a qualidade de vida do cidadão nas metrópoles. Além da ocorrência de problemas climáticos, esse fator influenciou no tempo gasto no trânsito para se deslocar na cidade e aumentou o número de acidentes.

Segundo um relatório do Conselho Federal de Medicina (CFM), os acidentes de trânsito no Brasil causam cerca de 5 mortes a cada hora. As estatísticas mostram que, entre 2008 e 2016, 368.821 pessoas perderam a vida vítimas de transporte em ruas e estradas do país. 

Propostas para melhorar a mobilidade urbana no Brasil

Algumas das principais propostas discutidas pelos especialistas para melhorar a mobilidade urbana no Brasil são: 

  1. Pedágio urbano: consiste na cobrança de uma taxa para os carros que circulam nas regiões centrais da cidade. Isso já é feito, por exemplo, em Londres, na Inglaterra.
  2. Carona solidária: forma de estimular o uso compartilhado de automóveis por pessoas que fazem o mesmo percurso. Assim, algumas empresas oferecem benefícios para quem utiliza essa prática.
  3. Reorganização do espaço: criação de planejamentos urbanos que aproximem o cidadão dos seus locais de trabalho, estudo e lazer. Consequentemente, isso reduz o tempo de deslocamento. 
  4. Ampliação do rodízio de veículos: restringir a circulação de automóveis em dias e horários pré-estabelecidos, de acordo com o número das placas dos veículos.
  5. Restrição de tráfego e estacionamento: estabelece que alguns veículos, por exemplo, caminhões, deixem de circular em vias de trânsito intenso em horários de pico. 

Agora é com você! A partir dos dados expostos aqui e dos seus conhecimentos adquiridos, escreva um texto dissertativo-argumentativo com o seguinte tema: 

“Os Desafios da Mobilidade Urbana no Brasil”

Comentários

Comente