Nível de Dificuldade será maior no Enem 2017

O Mendonça Filho do Ministério da Educação e a Maria Inês do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Anísio Teixeira afirmou que as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2017 e de 2018 continuariam da mesma forma como antigamente (quantidade de questões, modelo de correção pela Teoria de Resposta ao Item e com todas as disciplinas obrigatórias e opcionais). Porém, foram modificados a ordem do caderno de questões do primeiro e do segundo dia e alteração das datas das aplicações das provas do exame.

O primeiro dia será aplicado no dia 05 de Novembro com a prova de Redação, Ciências Humanas e suas Tecnologias e a prova de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias. O segundo dia será aplicado no dia 12 de Novembro com a prova de Ciências da Natureza e suas Tecnologias e a prova de Matemática e as suas Tecnologias.

Outra mudança anunciada pelo Mendonça Filho na Apresentação da Consulta Pública – Reforma do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2017 foi a exclusão da certificação de conclusão do ensino médio pelo Enem e agora transferido para o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) marcado para ocorrer no dia 22 de Outubro em todas as Unidades Federativas do Brasil.

Com a exclusão da certificação do Ensino Médio pelo Enem faz escolas públicas e privadas em todo o País a mudarem a estratégia de preparem os seus alunos para um novo modelo de prova do Enem, ou seja, especialistas acreditam que o grau de dificuldade da prova deve aumentar e o estudante precisa se dedicar mais e adotar estratégias diferentes dos anos anteriores e o própria Maria Inês do Inep realizou uma transmissão ao vivo no Facebook e falou sobre o assunto em sua Coletiva de Imprensa que ocorreu às 18 horas do dia 11 de Junho de 2017.

O professor de redação Paulo Henrique Silva orienta que os alunos a começarem a prova pela redação, analisando os textos de apoio e depois pontuando as principais ideias. “Ele deve estipular 1h20 para fazer a redação e não se perder no restante da prova, fazer com calma, lendo e relendo”, disse o professor (via Manaus/AM).

Fonte: Ministério da EducaçãoINEP e o Portal Nacional da Educação.

Deixe um comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × três =