Nota do Enem 2018 – Veja como calcular sua nota para o Sisu e ProUni

Veja como calcular sua nota do Enem 2018 para se inscrever nos processos seletivos do Sisu e ProUni.

Após a realização do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) os candidatos ficam curiosos para saber como se saíram. Eles querem saber, na verdade, se a nota obtida foi suficiente para alcançar seus objetivos — ProUni, Sisu etc.

No entanto, fica a pergunta: como calcular a nota do Enem 2018? Nem todo mundo sabe como funciona esse cálculo, por isso, vamos ensinar neste post. Confira!

Como é calculada a nota do Enem?

 

Antes de falarmos sobre como calcular a nota do Enem 2018 é importante destacar que, diferentemente dos vestibulares tradicionais, o Enem utiliza um método especial para chegar às notas.

É a chamada Teoria de Resposta ao item (TRI) e não a contabilização apenas do número de erros e acertos das questões que possuem valor fixo. Para fazer o cálculo, veja a seguir:

A TRI é um modelo estatístico em que cada questão varia segundo o percentual de erros e acertos que os candidatos possuem naquele item. Isso significa que em questões com maior número de acertos, valem menos pontos, pois são consideradas mais fácil.

Já as questões em que os estudantes têm um percentual de acerto menor são consideradas mais difíceis e, por isso, valem mais pontos. Entendeu como é calculada a nota do Enem por esse método?

Isso explica porque muitas vezes uma pessoa acertou muitos itens e teve a mesma pontuação que uma pessoa que acertou menos questões.

Não há uma nota máxima ou mínima fixada para que o participante atingir. Como a pontuação vai depender do grau de dificuldade das questões e do comportamento dos estudantes diante delas, a forma de saber se foi ou não bem na prova é comparar o desempenho obtido com as notas máximas e mínimas obtidas pelos participantes em outras edições.

Para que serve a nota do Enem 2018?

A nota do Enem garante o acesso às universidades públicas. Por isso, é considerado atualmente o maior vestibular do país. Além disso, permite a participação em programas educacionais como Sisu e ProUni.

Sisu

Um dos programas educacionais mais conhecidos hoje em dia é o Sisu — Sistema de Seleção Unificada. Por meio dele os candidatos concorrem a vagas em instituições públicas de ensino superior.

Para se inscrever, o interessado deverá alcançar a nota mínima estabelecida pela instituição de ensino que deseja ingressar e não zerar a redação. Algumas instituições costumam determinar notas mínimas para cada prova e até mesmo para a redação. Por isso, é importante ficar de olho nas publicações das universidades.

Cada ano tem duas edições do Sisu. A primeira costuma ser logo após o resultado do Enem, ou seja, na segunda quinzena de janeiro. Já a segunda, ocorre no meio do ano.

ProUni

Outro programa bastante visado por quem faz o Enem é o ProUni (Programa Universidade para Todos), que é distribui bolsas parciais e integrais em instituições particulares de ensino superior. Para poder concorrer, os candidatos devem obter no mínimo 450 pontos nas provas e não ter zerado a redação.

Tanto a nota utilizada no ProUni, quanto no Sisu, em geral, tem como base a média aritmética das notas do Enem das 5 provas objetivas mais a redação. Por exemplo: o candidato com notas: 600 em Linguagens, 700 em Naturezas, 650 em Humanas, 800 em Matemática e 920 em Redação, terá a sua nota do Enem 2018 com na média desses números, logo, 735 pontos.

Entendeu como é feito o cálculo da nota do Enem 2018? Aproveite e compare seu desempenho com outras edições e veja se foi bem esse ano!

Deixa um comentário