Notas de Corte Medicina Sisu 2017

Confira as Notas de Corte Medicina Sisu 2017 e saiba quais são as universidades públicas mais e menos concorridas do Sistema de Selação Unificada (Sisu).

Medicina é um dos cursos de graduação mais concorridos em todas as universidades brasileiras. Por isso, conquistar uma vaga para se formar nessa área no ensino superior público é muito difícil, uma das possibilidades de realizar esse objetivo é fazendo uso do Sisu (Sistema de Seleção Unificada), que concede bolsas de estudo nas instituições públicas.

Para ser aprovado no Sisu e conquistar uma vaga para Medicina, o candidato precisa ter feito o Enem e apresentar um resultado satisfatório, devendo estar dentro da nota de corte exigida para esse campo de formação. Confira abaixo mais informações sobre as notas de corte medicina para o Sisu 2017:

Notas de Corte Medicina Sisu 2017

Pelo fato de ser um curso extremamente concorrido, a nota para obter uma bolsa em Medicina em uma universidade pública utilizando o Sisu (Sistema de Seleção Unificado), costuma ser bem mais alta do que nas demais graduações. Algumas das notas exigidas nas principais instituições públicas do país para o curso são:

  • UFPE – Universidade de Pernambuco (PE), nota 779,68;
  • UFGD – Fundação Universidade Federal da Grande Dourados (MS), nota 786,36;
  • ESCS – Escola Superior de Ciências da Saúde (DF), nota 786,52;
  • UNIVASF – Função Universidade Federal do Vale do São Francisco (BA), nota 780,12;
  • UFT – Função Universidade Federal do Tocantins (TO), nota 781, 84;
  • UFCSPA – Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (RS), nota 799,06;
  • UNIPAMPA – Fundação Universidade Federal do Pampa (RS), nota 890,47;
  • UNB – Universidade de Brasília (DF), nota 829,60;
  • USP – Universidade de São Paulo (SP), nota 831,35;
  • UNEMAT – Universidade do Estado do Mato Grosso (MT), nota 776, 01;
  • UNEB – Universidade do Estado da Bahia (BA), nota 781,99;
  • UFMG -Universidade do Federal de Minas Gerais (MG), nota 817,16;
  • UEMS – Universidade Estadual do Mato Grosso do Sul (MS), nota 808,06;
  • UERN – Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (RN), nota 786,75;
  • UNIMONTES – Universidade Estadual de Montes Claros (MG), nota 786, 17;
  • UNIOESTE – Universidade Estadual do Oeste do Paraná (PR), nota 796,91;
  • UESB – Universidade do Sudoeste da Bahia (BA), nota 792,83;
  • UFFS – Universidade Federal da Fronteira Sul (SC), nota 793,84;
  • UFPB – Universidade Federal da Paraíba (PB), nota 789,06;
  • UNIFAL – Universidade Federal de Alfenas (MG), nota 781,98;
  • UFAL – Universidade Federal de Alagoas (AL), nota 785,32;
  • UFCG – Universidade Federal de Campina Grande (PB), nota 783,16;
  • UFLA – Universidade Federal de Lavras (MG), nota 795,22;
  • UFRJ – Universidade Federal do Rio de Janeiro (RJ), nota 807,11;
  • UFRN – Universidade Federal do Rio Grande do Norte (RN), nota 781,92;
  • UFRGS – Universidade Federal do Rio Grande do Sul (RS), nota 791.22;
  • UFPA – Universidade Federal do Paraná (PR), nota 826,20;
  • UFRB – Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (BA), nota 782,10;
  • UFPI – Universidade Federal do Piauí (PI), nota 800,00;
  • UFM – Universidade Federal do Maranhão (MA), nota 780,02;
  • UFES – Universidade Federal do Espírito Santo (ES), nota 801,30;

Sobre o curso de Medicina

A Medicina é classificada como a área de conhecimento que se dedica à manutenção e restauração da saúde. O profissional desse campo tem como objetivo promover a cura e a prevenção de doenças humanas. Ao se matricular nesse curso, o aluno receberá os conhecimentos necessários para cuidar do bem-estar físico, mental, psicológico e social do ser humano desde a infância até a maturidade.

Nos primeiros anos cursando Medicina, o aluno recebe os conhecimentos teóricos da área como, por exemplo, Imunologia, Bioquímica e Anatomia. Na sequência, a graduação trabalha disciplinas que focam no estudo de doenças e como elas se manifestam, como Patologia, Imunologia e Fisiopatologia.

Após ter todo o embasamento teórico, o estudante tem que cumprir com uma carga horária de aulas práticas, quando terá que dá plantões em hospitais, o que o permite se especializar no atendimento aos pacientes, podendo praticar os seus conhecimentos, estando sempre acompanhados de profissionais responsáveis que os orientam em suas atividades.

O curso de Medicina faz parte da área de Ciências Biológicas, sendo disponibilizado na categoria de bacharelado e é estruturado em seis anos de duração, sendo que os últimos dois anos da formação são voltados para o internato médico dentre de hospitais e unidades básicas de saúde.

Carreira do Médico no Brasil

De acordo com o tipo de especialização escolhida, o médico poderá fazer plantão em hospitais públicos ou particulares, e clínicas, abrir o seu próprio escritório, ou até mesmo trabalhar em institutos de pesquisas, órgãos públicos e universidades.

O mercado de trabalho para o médico é bastante amplo, uma vez que o país tem carência por esse profissional, especialmente nas regiões distantes dos grandes certos urbanos. Os melhores salários são pagos nos estados do Sudeste, Sul e Centro-Oeste, a remuneração mensal varia de R$ 8.000,00 a R$ 13.000,00. A profissão é a que tem a maior taxa de empregabilidade no Brasil, conforme indicado pelo IPEA (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicadas), praticamente 100% dos médicos brasileiros estão exercendo o eu ofício.

8 Comentários

  1. Karla Reply
  2. Weyderson Reply
  3. MARCO ANTONIO LIMA GRADIM Reply
  4. MARCO ANTONIO LIMA GRADIM Reply
  5. MARCO ANTONIO LIMA GRADIM Reply
  6. Karla Reply
  7. Weyderson Reply
  8. MARCO ANTONIO LIMA GRADIM Reply

Deixa um comentário