Notas de Corte Medicina Sisu 2017

Confira as Notas de Corte Medicina Sisu 2017 e saiba quais são as universidades públicas mais e menos concorridas do Sistema de Selação Unificada (Sisu).

Medicina é um dos cursos de graduação mais concorridos em todas as universidades brasileiras. Por isso, conquistar uma vaga para se formar nessa área no ensino superior público é muito difícil, uma das possibilidades de realizar esse objetivo é fazendo uso do Sisu (Sistema de Seleção Unificada), que concede bolsas de estudo nas instituições públicas.

Para ser aprovado no Sisu e conquistar uma vaga para Medicina, o candidato precisa ter feito o Enem e apresentar um resultado satisfatório, devendo estar dentro da nota de corte exigida para esse campo de formação. Confira abaixo mais informações sobre as notas de corte medicina para o Sisu 2017:

Notas de Corte Medicina Sisu 2017

Pelo fato de ser um curso extremamente concorrido, a nota para obter uma bolsa em Medicina em uma universidade pública utilizando o Sisu (Sistema de Seleção Unificado), costuma ser bem mais alta do que nas demais graduações. Algumas das notas exigidas nas principais instituições públicas do país para o curso são:

  • UFPE – Universidade de Pernambuco (PE), nota 779,68;
  • UFGD – Fundação Universidade Federal da Grande Dourados (MS), nota 786,36;
  • ESCS – Escola Superior de Ciências da Saúde (DF), nota 786,52;
  • UNIVASF – Função Universidade Federal do Vale do São Francisco (BA), nota 780,12;
  • UFT – Função Universidade Federal do Tocantins (TO), nota 781, 84;
  • UFCSPA – Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (RS), nota 799,06;
  • UNIPAMPA – Fundação Universidade Federal do Pampa (RS), nota 890,47;
  • UNB – Universidade de Brasília (DF), nota 829,60;
  • USP – Universidade de São Paulo (SP), nota 831,35;
  • UNEMAT – Universidade do Estado do Mato Grosso (MT), nota 776, 01;
  • UNEB – Universidade do Estado da Bahia (BA), nota 781,99;
  • UFMG -Universidade do Federal de Minas Gerais (MG), nota 817,16;
  • UEMS – Universidade Estadual do Mato Grosso do Sul (MS), nota 808,06;
  • UERN – Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (RN), nota 786,75;
  • UNIMONTES – Universidade Estadual de Montes Claros (MG), nota 786, 17;
  • UNIOESTE – Universidade Estadual do Oeste do Paraná (PR), nota 796,91;
  • UESB – Universidade do Sudoeste da Bahia (BA), nota 792,83;
  • UFFS – Universidade Federal da Fronteira Sul (SC), nota 793,84;
  • UFPB – Universidade Federal da Paraíba (PB), nota 789,06;
  • UNIFAL – Universidade Federal de Alfenas (MG), nota 781,98;
  • UFAL – Universidade Federal de Alagoas (AL), nota 785,32;
  • UFCG – Universidade Federal de Campina Grande (PB), nota 783,16;
  • UFLA – Universidade Federal de Lavras (MG), nota 795,22;
  • UFRJ – Universidade Federal do Rio de Janeiro (RJ), nota 807,11;
  • UFRN – Universidade Federal do Rio Grande do Norte (RN), nota 781,92;
  • UFRGS – Universidade Federal do Rio Grande do Sul (RS), nota 791.22;
  • UFPA – Universidade Federal do Paraná (PR), nota 826,20;
  • UFRB – Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (BA), nota 782,10;
  • UFPI – Universidade Federal do Piauí (PI), nota 800,00;
  • UFM – Universidade Federal do Maranhão (MA), nota 780,02;
  • UFES – Universidade Federal do Espírito Santo (ES), nota 801,30;

Sobre o curso de Medicina

A Medicina é classificada como a área de conhecimento que se dedica à manutenção e restauração da saúde. O profissional desse campo tem como objetivo promover a cura e a prevenção de doenças humanas. Ao se matricular nesse curso, o aluno receberá os conhecimentos necessários para cuidar do bem-estar físico, mental, psicológico e social do ser humano desde a infância até a maturidade.

Nos primeiros anos cursando Medicina, o aluno recebe os conhecimentos teóricos da área como, por exemplo, Imunologia, Bioquímica e Anatomia. Na sequência, a graduação trabalha disciplinas que focam no estudo de doenças e como elas se manifestam, como Patologia, Imunologia e Fisiopatologia.

Após ter todo o embasamento teórico, o estudante tem que cumprir com uma carga horária de aulas práticas, quando terá que dá plantões em hospitais, o que o permite se especializar no atendimento aos pacientes, podendo praticar os seus conhecimentos, estando sempre acompanhados de profissionais responsáveis que os orientam em suas atividades.

O curso de Medicina faz parte da área de Ciências Biológicas, sendo disponibilizado na categoria de bacharelado e é estruturado em seis anos de duração, sendo que os últimos dois anos da formação são voltados para o internato médico dentre de hospitais e unidades básicas de saúde.

Carreira do Médico no Brasil

De acordo com o tipo de especialização escolhida, o médico poderá fazer plantão em hospitais públicos ou particulares, e clínicas, abrir o seu próprio escritório, ou até mesmo trabalhar em institutos de pesquisas, órgãos públicos e universidades.

O mercado de trabalho para o médico é bastante amplo, uma vez que o país tem carência por esse profissional, especialmente nas regiões distantes dos grandes certos urbanos. Os melhores salários são pagos nos estados do Sudeste, Sul e Centro-Oeste, a remuneração mensal varia de R$ 8.000,00 a R$ 13.000,00. A profissão é a que tem a maior taxa de empregabilidade no Brasil, conforme indicado pelo IPEA (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicadas), praticamente 100% dos médicos brasileiros estão exercendo o eu ofício.

Deixe um comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

13 − quatro =