Novas Regras FIES 2018: Quem pode se inscrever

Conheça as novas regras Fies 2018 e quem pode se inscrever em uma das três modalidades do Financiamento Estudantil do Governo Federal.

Ser aprovado em uma universidade pública é o sonho de muitos, mas é a realidade de poucos. Estudar no ensino privado não é acessível para todos os bolsos, o que faz com que muita gente tenha que fazer uso do Fies (Fundo de Financiamento Estudantil), que possibilita o financiamento integral do curso, e o aluno só paga quando sai da faculdade.

O Fies viabiliza a entrada de milhares de estudantes na universidade. Para 2018, este programa educacional irá sofrer algumas alterações, e se você pretende usá-lo é preciso ficar atento às mudanças. Confira abaixo quais são as novas regras e quem pode se inscrever no Fies 2018:

Fies 2018: Conheça as novas regras

O Fies usa a nota obtida no Enem para conceder o financiamento aos candidatos que se inscrevem no programa. Dessa maneira, as pessoas que conquistaram uma nota maior no Enem têm maiores chances de terem os seus estudos financiados. As regras Fies 2018 mantêm o processo seletivo com duas edições por ano, sendo uma em fevereiro a outra em julho.

Novas Regras Fies 2018

As regras Fies 2018 foram alteradas para oferecer uma cobertura maior. Os novos requisitos do programa educacional são:

  • O candidato deve ter uma renda familiar bruta mensal de até cinco salários mínimos por pessoa;
  • Em torno de um terço de todos os financiamentos do Fies será a juro zero. Dessa forma, aproximadamente 100 mil pessoas pertencerão a esta categoria;
  • Para o financiamento normal, a taxa de juro será de 3 a 6,5%;
  • Uma parte do Fies será voltado para os estudantes que vivem em regiões carentes do Brasil;
  • Na versão antiga, o estudante financiado poderia iniciar o pagamento da dívida até 18 meses depois de se formar. Com as regras Fies 2018, o estudante começar a pagar o financiamento assim que estiver comprovadamente empregado. O valor da parcela não pode ser superior a 10% do valor bruto do seu salário;
  • O novo formato do Fies 2018 não limita o valor da mensalidade a ser financiada. Agora, os estudantes interessados em fazer cursos mais caros com, por exemplo, Odontologia e Medicina podem ser financiados;

As regras Fies 2018 desenvolveram três novas categorias:

FIES 1- Esta categoria financia a juro zero e é voltada para os estudantes que apresentam uma renda familiar brutal por mês de no máximo três salários mínimos por pessoa;

FIES 2 – Esta categoria contempla os estudantes das regiões Norte Nordeste e Centro-Oeste do Brasil. Os candidatos financiados nessa categoria pagam juros mais baixos, a taxa era de 6,5% e agora é de 3%. Pode se inscrever para esta modalidade é necessário que a renda bruta mensal seja de até cinco salários mínimos por pessoa.

FIES 3 – Esta categoria ainda não está bem definida pelo Governo Federal. Porém, o que se sabe é que os juros cobrados serão similares aos praticados em 2017, atingindo em torno de 6,5%. São compreendidos nesta categoria quem tem renda bruta mensal de até cinco salários mínimos por pessoa;

Quem pode se inscrever no FIES 2018

  • As pessoas que nunca usaram o Fies anteriormente;
  • Não esteja devendo para o programa PCE/CREDUC (Programa de Crédito Educativo);
  • Tenha renda familiar bruta mensal de até três salários mínimos para entrar no FIES 1;
  • Tenha renda familiar bruta mensal de até cinco salários mínimos por pessoa para entrar no FIES 2 ou 3;

Para mais informações sobre as novas regras do Fies 2018, acesse o site oficial do programa ou entre em conato com o Ministério da Educação pelo número: 0800-616161. 

Deixe um comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *