Como fazer um plano de estudos para o ENEM eficiente

Veja como fazer um plano de estudos para o Enem de acordo com seu perfil e que maximize suas chances de aprovação. Confira!

Para obter um bom resultado, um estudante deve, sem dúvida, priorizar o plano de estudos para o Enem – Exame Nacional do Ensino Médio. Uma das razões é que assimilar o conteúdo de cada disciplina exige bastante dedicação e organização.

Muitos alunos se esforçam bastante para fazer uma preparação adequada para os testes, mas cometem um erro grave: não fazem um planejamento correto que leva em consideração a importância das matérias e o tempo para o aprendizado.

Com a intenção de ajudá-lo a superar essa dificuldade, vamos mostrar, neste post, dicas valiosas para montar uma programação de estudos perfeita. Confira!

Como montar um Plano de Estudos para o Enem ?

Plano de Estudos para o Enem
Organização é essencial para elaborar um plano de estudos para o Enem eficiente!

Estabeleça horários

Um passo imprescindível para o plano de estudos para o Enem alcançar as metas previstas é estabelecer os horários destinados às atividades de preparação. Essa iniciativa possibilita ao candidato ter uma rotina organizada.

Logicamente, imprevistos podem acontecer, mas, tendo as horas adequadas para os estudos, fica mais fácil adotar um ritmo que o ajude a compreender o conteúdo. O ideal é agendar as atividades (leitura de apostilas, elaboração de resumos, resolução de exercícios etc.) em períodos que apresenta um melhor desempenho.

Se você tem um bom rendimento durante 5 horas por dia em casa, aproveite esse momento ao máximo. Não se esqueça de estabelecer pequenas pausas, que podem durar de 5 a 10 minutos por hora. Dessa maneira, você descansa a mente e fica mais atento ao que está sendo analisado.

Defina prioridades

O que é mais importante para assimilar no momento? Essa resposta é crucial para elaborar um plano de estudos para o Enem que o permita superar os concorrentes. Não adianta ficar lendo diversas vezes uma matéria que você já sabe, caso tenha grandes dificuldades em outra disciplina.

A recomendação é destinar um período para reforçar o aprendizado nos pontos fracos. Se você vencer essas adversidades, as suas chances de aprovação serão bem maiores do que grande parte da concorrência.

Imagine que tenha dificuldades em compreender as informações da aula de Biologia sobre Genética. Nesse caso, é relevante olhar essa parte da matéria com mais atenção. Assim, entende melhor o conteúdo e verifica as dúvidas que podem ser tiradas com o professor e os colegas.

Reserve períodos para cada atividade

Um bom planejamento de estudos envolve diversas iniciativas, como ler anotações, fazer resumo, assistir a vídeos e resolver exercícios. Ao montar o cronograma semanal, é interessante que defina as ações a serem realizadas em cada disciplina.

Caso tenha disposição para estudar no final de semana, é positivo reservar algumas horas para fazer muitos exercícios. Essa iniciativa vai verificar como está assimilando o conteúdo. Também é válido destinar um período para analisar, com mais tranquilidade, as questões mais complicadas.

Ao estar capacitado para resolver os questionamentos mais complexos, o candidato tem maiores probabilidades de atingir uma nota expressiva e superar os concorrentes. Isso é fundamental para conseguir uma vaga em uma boa faculdade.  

Faça uma tabela por período

Não é tão simples quanto parece elaborar um plano de estudos para o Enem. Mas essa tarefa fica bem mais simples ao montar uma tabela com os horários e as atividades destinadas para cada disciplina. Dependendo da sua organização, essa tabela pode ter um caráter diário ou semanal. Essa iniciativa vale a pena, porque permite um acompanhamento mais próximo dos estudos.  

Além disso, propicia verificar em que disciplinas está com mais dificuldades de cumprir as metas. Se apresentar um desempenho ruim em uma ou mais matérias, é bom avaliar a necessidade de destinar um maior tempo a elas. Com uma tabela bem estruturada, o aluno tem mais condições de avaliar se estar reservando o período adequado para fazer uma preparação de alto nível.

Aposte na tecnologia

Apps para fazer plano de estudos para o ENEM
O uso de aplicativos pode auxiliar na organização dos estudos!

Para os que detestam usar a agenda tradicional ou colar um cartaz na parede, a tecnologia é uma excelente opção para montar um plano de estudos para o Enem. Hoje, existem vários aplicativos que ajudam a organizar a rotina diária das pessoas.

Um deles é o Google Agenda, que está disponível para desktops e smartphones com o sistema Android. A ferramenta se destaca por ser muito simples, permitindo que o usuário insira o dia, a hora e o tema a ser estudado. Além disso, envia lembretes com informações sobre compromissos importantes.

Muitos jovens também optam pelo Trello, app que propicia organizar várias tarefas por meio de listas. O recurso também permite organizar as demandas por prioridade e estabelecer o prazo para cumpri-las. Dessa maneira, o aluno tem uma visão geral do que deve ser feito para estar muito bem preparado.  

Tenha comprometimento

Não adianta usar agendas, cartazes e recursos tecnológicos para montar um ótimo plano de estudos para o Enem, caso não tenha foco em resultados. Se você não fizer uma autocrítica de como está o seu desempenho, terá sérias dificuldades para superar a concorrência.

É essencial que procure sempre avaliar como está o cronograma de estudos, pois terá mais chances de identificar eventuais falhas na preparação e concentrar esforços no que pode ajudá-lo a tirar uma excelente nota.

Não tenha medo de mudar o plano durante a semana, mesmo que a intenção não seja modificá-lo. Valorize a qualidade dos estudos, porque isso é um diferencial que pode levá-lo ao sucesso.

Respeite os próprios limites

Estar determinando a passar no Enem é, sem dúvida, um objetivo relevante para a sua vida. Mas isso deve ser feito de forma inteligente. Passar várias horas por dia lendo resumos ou fazendo exercícios nem sempre é garantia de bons resultados.  Por isso, tenha em mente que o descanso deve fazer parte do seu planejamento. Aproveitar os bons momentos da vida também é uma ação indicada para assimilar o conteúdo das matérias.

É muito bom estar comprometido com as metas para fazer uma prova impecável, mas jamais se esqueça da qualidade de vida. O excesso de esforço pode provocar um grande desgaste mental que afeta negativamente o rendimento do candidato no exame.

Inegavelmente, você está bem informado sobre como fazer um plano de estudos para o Enem. Com nossas dicas, você está mais preparado para realizar o sonho de entrar na faculdade e construir uma carreira de sucesso.

Nunca se esqueça de que organização, bom senso e equilíbrio emocional são fatores indispensáveis para alcançar os objetivos.

Comente