Sisu 2020: datas, inscrições e lista de espera

Descubra como participar do Sisu 2020, o programa que oferece vagas em universidades públicas a partir da nota do Enem

Seu sonho é fazer uma graduação em universidade pública? Então você precisa ficar por dentro do Sisu 2020, a sua principal porta de entrada para o ensino superior em instituições federais e estaduais. 

Você já deve saber que a concorrência em universidades públicas é bastante acirrada. E não difícil entender as razões. Essas instituições têm prestígio no mercado, oferecem diversos cursos e muitas estão entre as melhores faculdades do país. Além de tudo isso, os estudantes não precisam pagar mensalidade, o que é um grande atrativo para qualquer um. 

Anualmente, milhares de estudantes se inscrevem no processo seletivo do Sisu e se candidatam para as vagas em universidades de todo o país. Entenda agora como funciona o processo seletivo, quais os pré-requisitos para participar, as principais datas e outras informações relevantes sobre o Sisu 2020.

Sisu 2020

Como funciona o Sisu? 

O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) é um sistema interativo gerenciado pelo Ministério da Educação (MEC). Nele, as instituições públicas de ensino superior oferecem vagas em seus cursos para os participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem)

A inscrição do Sisu é feita online, não tem custo e ocorre em uma única etapa. O processo seletivo acontece duas vezes ao ano, sempre no início de cada período letivo. 

Basicamente, o Sisu funciona da seguinte maneira: o candidato utiliza a sua nota do Enem e se inscreve em até duas opções de curso nas instituições que estão participando do programa. Geralmente, o período de inscrições dura de três a quatro dias. 

Diariamente, o sistema divulga as notas de corte para cada curso. Dessa maneira, os candidatos ficam sabendo qual a pontuação mínima para conseguir uma vaga no curso desejado. Caso a nota não seja suficiente para ser selecionado, é possível trocar a opção de curso durante o período de inscrições. 

Depois disso, o sistema divulga a lista com os candidatos que foram selecionados. Assim, é necessário ir até a instituição e efetuar a matrícula. 

Quem pode participar do Sisu 2020?

Para participar do Sisu 2020, é imprescindível que o candidato tenha participado do Enem 2019 e obtido pontuação maior que zero na redação. 

Também é importante ficar ciente de que algumas universidades podem estipular uma pontuação mínima para a inscrição em determinados cursos. Dessa forma, se a nota do candidato estiver abaixo, o sistema impede que ele concorra à vaga. 

Inscrições Sisu 2020

Não tem complicação para se inscrever no Sisu 2020. Todo o processo é feito pela internet no portal oficial do sistema. Assim que o MEC liberar as inscrições, o candidato precisa acessar o SisuMec no endereço: http://sisu.mec.gov.br/

Em seguida, é necessário inserir o número de inscrição e a senha cadastrada no sistema do Enem. Se você perdeu ou esqueceu essas informações, não tem problema. É possível recuperar a senha do Enem na Página do Participante de forma bem simples.

Prosseguindo com a inscrição do Sisu, o candidato precisa incluir alguns dados e marcar suas duas opções de curso, universidade, campus, modalidade de concorrência e turno.

Lembrando que as opções de curso podem ser alteradas a qualquer momento durante o período de inscrições.

Resultado e lista de espera 

Depois que o prazo de inscrições é encerrado, o sistema do Sisu gera uma lista com os candidatos selecionados. Eles são classificados de acordo com a nota do Enem para cada curso, instituição, turno e modalidade de concorrência. O resultado aparece em sua página de inscrição no portal do Sisu. 

Os estudantes selecionados deverão comparecer à universidade na qual foi aprovado para seguir com o procedimento de matrícula no prazo estipulado no cronograma do Sisu 2020. 

Muitas pessoas acabam não concretizando a matrícula na primeira e segunda chamada e, consequentemente, sobram algumas vagas remanescentes. Então, o MEC sempre abre as inscrições para a Lista de Espera do Sisu. Assim, aqueles que não foram selecionados em suas opções de curso, têm mais uma chance para conseguir uma vaga em universidade pública. 

É de total responsabilidade do candidato manifestar o interesse de participar da lista de espera. Para isso, é necessário acessar o sistema do Sisu no período definido no cronograma e confirmar sua participação. 

Cronograma Sisu 2020

Um pouco antes de cada processo seletivo, o MEC divulga o edital do Sisu com as principais datas e informações que os candidatos precisam saber. O cronograma Sisu 2020 ainda não foi divulgado mas, em breve, deve estar disponível na página oficial do Sisu.

Então, se você pretende participar do próximo processo seletivo, deve ficar atento ao edital e ao cronograma com todas as datas, etapas e instruções. Enquanto o cronograma Sisu 2020 não é divulgado, confira algumas estimativas de quando o processo seletivo deve acontecer: 

  • Inscrições: segunda quinzena de janeiro de 2020; 
  • Resultado da chamada regular: segunda quinzena de janeiro de 2020; 
  • Prazo para inscrição na lista de espera: entre final de janeiro e início de fevereiro;
  • Matrícula para candidatos da chamada regular: entre final de janeiro e início de fevereiro. Nesse caso, é importante observar as datas, horários e locais estabelecidos por cada instituição de ensino;
  • Convocação da lista de espera: início de fevereiro de 2020.

Agora que você já sabe as principais informações sobre o Sisu 2020, continue acompanhando o Foco no Enem! Assim você fica por dentro da divulgação do edital e não perde os prazos importantes.

Comente