Como usar nota do Enem para estudar no exterior

Você tem o sonho de estudar fora? Confira como usar a nota do Enem para estudar no exterior e comece a planejar seu futuro

As provas do Enem 2019 vêm aí. Elas estão marcadas para os dias 3 e 10 de novembro. Mais de 5 milhões de estudantes já tiveram suas inscrições confirmadas. Mas será que eles sabem que é possível usar a nota do Enem para estudar no exterior?

Sim, é possível. Nos Estados Unidos e na Europa, por exemplo, muitas instituições aceitam a nota do Enem para ingresso de estudantes brasileiros. Mas, para saber usar nota do Enem para estudar no exterior, você precisa ter em mente que cada universidade tem suas próprias regras. Esteja atento e fique de olho nos sites das instituições estrangeiras de seu interesse. Assim você não perde o prazo de inscrição e pode reunir toda a documentação necessária para estudar onde deseja.

Algumas exigências comuns do processo seletivo, além da própria nota do Enem, são comprovação de proficiência no idioma e envio de cartas de recomendação ou que expliquem sua motivação.

Quer descobrir como usar a nota do Enem para estudar no exterior? Veja a lista de instituições que aceita a nota do exame logo abaixo:

Como usar nota do Enem para estudar no exterior

Portugal

Veja como usar nota do Enem para estudar no exterior

O Inep, ligado ao MEC (Ministério da Educação), firma acordos de cooperação com universidades e institutos portugueses desde 2014. O resultado disso é que hoje pelo menos 34 instituições aceitam a nota do exame para selecionar candidatos brasileiros.

Ficou animado de estudar em Portugal, não é mesmo? Mas calma. Antes de fazer as malas, você precisa saber que as notas do Enem têm pesos diferentes para cada curso. A pontuação mínima de candidatura para cada curso de graduação é 120 na escala portuguesa, que vai de 0-200. Isso equivale a 600 na escala do exame brasileiro.

As principais instituições de ensino superior em Portugal que admitem o exame do Enem são a Universidade de Coimbra, Universidade de Lisboa, Universidade do Algarve, Instituto Politécnico do Cávado e do Avre (IPCA) e o Instituto Politécnico de Leiria.

É importante destacar que os convênios do MEC com universidades portuguesas não envolvem transferência de recursos ou financiamento estudantil por parte do governo brasileiro. Confira a seguir as principais universidades que aceitam o Enem em Portugal:

Universidade do Algarve

A exigência mínima é de 500 pontos na redação e 475 pontos em cada uma das demais provas.

Universidade de Coimbra

A instituição aceita candidaturas de estudantes brasileiros que tenham participado das três últimas edições do Enem. Os processos de admissão costumam ter inscrições abertas em junho.

Instituto Politécnico de Beja

Permite a admissão de estudantes que concluíram o ensino médio e participaram das três últimas edições do Enem.

Universidade de Lisboa

O período de candidaturas ocorre entre março e outubro. Além do Enem, a instituição adota diversos critérios para admissão.

Universidade do Porto

Essa instituição adota pesos diferentes para as notas do Enem. Assim sendo, o critério de avaliação vai variar conforme o curso e a faculdade escolhidos.

Reino Unido

Usar a nota do Enem para estudar no exterior. Universidade de Oxford

Nas terras da rainha Elizabeth II, o Enem é aceito até na Universidade de Oxford, em Kingston e em Bristol, por exemplo, mas não é só isso. Cada instituição tem seus próprios métodos de admissão, por isso também podem pedir a realização do vestibular local.

Além disso, a nota do Enem é somada a outros tópicos, como fluência em inglês, histórico escolar do candidato no ensino médio e atividades extracurriculares.Confira abaixo os requisitos de admissão de cinco instituições do Reino Unido:

Kingston University

Exige aproveitamento mínimo de 55% no Enem.

University of Bristol

Exige resultado acima da nota de corte no Enem.

University of Oxford

O Enem é apenas um dos critérios exigidos pela renomada universidade.

University of Glasgow

A nota no Enem faz parte do processo de admissão.

Birkbeck University of London

O certificado de Ensino Médio ou Enem estão entre os itens para admissão.

França

Algumas universidades da França também aceitam o Enem, mas costumam exigir que os candidatos tenham obtido aprovação em cursos semelhantes no Brasil antes de começarem seus estudos por lá.

Estados Unidos

Recentemente, a Universidade de New Yok (NYU) passou a aceitar a nota do Enem para todos os cursos de graduação. Dessa maneira, o exame substitui as provas americanas padronizadas: SAT (Scholastic Aptitude Test ) e ACT (American College Testing).

Essa decisão foi tomada porque a NYU recebe candidaturas de estudantes de diversas nacionalidades e que nem sempre se prepararam para o SAT e o ACT em seus países. Foi por isso que a instituição adotou uma diretriz chamada Test Flex Policy, mais adequada aos alunos que vêm de fora.

Os brasileiros que desejam usar o Enem para se candidatar à instituição americana podem enviar a própria nota. Os responsáveis pela escola onde cursaram o ensino médio, porém, devem confirmar o resultado para que a pontuação seja oficializada pela New York University.

Gostou das dicas de como usar a nota do Enem para estudar no exterior? Deixe um comentário abaixo.

Comente